Espaço do Arquitecto com o Arq. Rodrigo Martingo Cruz
Espaço do Arquitecto com o Arq. Rodrigo Martingo Cruz
Nesta edição do Espaço do Arquitecto, falámos com o Arq. Rodrigo Martingo Cruz, acerca da Casa de Mira.
Este projecto participou no Prémio de Arquitectura em Tijolo Face à Vista 2010 2011, e foi realizado com Tijolo Face à Vista Klinker Vermelho Vulcânico.

Apresentação do Arq. Rodrigo Martingo Cruz
Rodrigo Martingo Cruz, arquitecto pela FAUP em 2008, colaborou com BIG Arquitectura, José Carlos Cruz e MVCC Arquitectos. Paralelamente, sozinho ou em parceria, participou em concursos nacionais e internacionais e em projectos de habitação, recuperação ou interiores.
Juntamente com Pedro Monteiro e Sérgio Dias Silva fundou a plataforma de trabalho em arquitectura (e)studio. (www.e-studio.pt)
Desde 2012, é membro da equipa de projecto da Vicaima, sendo também o responsável pela ligação desta à filial da empresa no Reino Unido.
http://www.e-studio.pt

Qual é o conceito da Casa de Mira?
A casa de Mira assenta na procura de uma permeabilidade entre espaços interiores e espaço exterior. Para dar forma a este conceito, as paredes interiores prolongam-se para o exterior, assim como os pavimentos. Os grandes vãos em vidro definem essa fronteira, de um modo quase imperceptível.

O que o levou a utilizar o Tijolo Face à Vista neste projecto?
A textura de uma parede de tijolo de face à vista permite uma imagem tectónica apelativa, ancorando o construído ao terreno. Estas características marcam a identidade da casa e enfatizam o seu conceito, que é o de uma casa implantada num terreno que é também espaço para habitar e não somente espaço exterior.

Porque razão escolheu o modelo Vermelho Vulcânico?
Após a definição do material, o modelo escolhido pareceu-me estabeler uma relação de contrastes equilibrados entre a restante paleta de materiais e as áreas ajardinadas envolventes.

A Casa possui um pátio no centro a casa. De onde surgiu a ideia?
Há uma inspiração na Casa do Litoral Alentejano, dos arquitectos Aires de Mateus, na utilização de um pátio como centro da casa. Neste caso, o pátio surge com o objectivo de diluir os espaços de circulação, reduzindo a leitura do corredor.

A entrada de luz natural na casa, foi uma preocupação?
A luz natural deve ser sempre uma preocupação em Arquitectura.
Em relação à Casa de Mira, o pátio interior em vidro e as clarabóias em todas as casas de banho são exemplos desse cuidado de ter todos os compartimentos iluminados naturalmente.
Este tipo de iluminação promove uma sensação de conforto e uma maior economia.

O isolamento térmico/acústico do tijolo face à vista foi um factor determinante para este projecto?
Essas características do tijolo face à vista interessaram-me, assim como as texturas e cores resultantes da sua aplicação.
Esse potencial revela-se na utilização do material quer no interior quer no exterior da casa.

O que pretende transmitir com a implementação de fachadas de diferentes materiais na casa?
A organização espacial da casa é simples, apesar de ter um programa relativamente extenso. Escolheram-se determinados materiais para ajudar a hierarquizar os diferentes espaços e potenciar diferentes vivências.
A Arquitectura é feita não só da organização dos espaços, mas também nos materiais usados para os diferenciar e hierarquizar.
No conceito da casa de Mira fazia todo o sentido esta multiplicidade de materiais.

Como perspectiva os próximos anos da Arquitectura em Portugal?
Mesmo a atravessar um período economicamente difícil, julgo que a existência do maior número de arquitectos - o que potencia a discussão, partilha e criação de novos paradigmas de arquitecturas – irá ajudar à elevação da cultura arquitectónica nacional e, consequentemente, à existência de uma maior exigência na produção de Arquitectura.

Catálogo Cerâmica Vale da Gândara

Tijolo Face à Vista Klinker

Casa de Mira | Arq. Rodrigo Martingo Cruz
Casa de Mira | Arq. Rodrigo Martingo Cruz
Casa de Mira | Arq. Rodrigo Martingo Cruz
Casa de Mira | Arq. Rodrigo Martingo Cruz
Casa de Mira | Arq. Rodrigo Martingo Cruz
Casa de Mira | Arq. Rodrigo Martingo Cruz