Arquitecto Pedro Sousa
Espaço do Arquitecto com o Arq. Pedro Sousa
Nesta edição do Espaço do Arquitecto, falámos com o Arquitecto Pedro Sousa, acerca do Jardim da Mouraria, localizado em Beja, onde foi utilizado Tijolo Face à Vista Klinker Branco Alcácer.

http://www.pedrosousa.pt

Qual é o conceito do projecto?
O Jardim da Mouraria surge integrado num projecto urbano feito para a cidade de Beja, de requalificação do espaço público do bairro da Mouraria. O jardim surge como o remate dessa intervenção urbana.
Como o terreno de intervenção ficava numa zona com um desnível significativo, pensámos tirar proveito dessa diferença de cotas e conciliar um jardim público com um estacionamento coberto para uso dos moradores, que funcionasse por baixo do jardim e, assim, permitisse tirar o melhor proveito possível do lote, criando simultâneamente, uma construção de contenção do terreno do jardim.
Esta estratégia permite no mesmo terreno criar um espaço de grande proveito e funcionalidade urbana e um espaço público de lazer da comunidade, com uma vista privilegiada sobre a cidade de Beja.

A ausência de custos de manutenção, aliados à sua durabilidade, foram um factor fundamental para a escolha do Tijolo?
Definitivamente. Consideramos que em qualquer projecto e, sobretudo, num projecto de uso público, os custos de manutenção devem ser aspectos a ter em conta.

A utilização do Tijolo de Face à Vista teve influência no sentido estético da obra?
A utlização do tijolo à vista é uma solução à qual recorremos com bastante frequência nos nossos projectos e que tem agradado bastante, a nós e aos nossos clientes, pelos bons resultados que é possível obter.

Quais foram os maiores desafios ao conceber o projecto?
A partir de um projecto onde nos era pedido um estacionamento, conseguir incluir um espaço público para os moradores, mantendo o orçamento inicialmente estipulado, foi o grande desafio do projecto.

Porquê a opção pela cor Branco Alcácer?
Pareceu-nos uma cor própria do Alentejo, uma cor que integraria naturalmente o edifício na rua onde está inserido e no bairro.

Teve em conta os problemas ambientais e de sustentabilidade na concepção deste projecto?
A utlização do tijolo de face à vista foi consequência de uma preocupação com a sustentabildiade e qualidade ambiental do espaço que projectámos. O modo de aplicação do tijolo, alternando peças de tijolo e espaços vazios, permite uma natural ventilação e iluminação do espaço interno, o que reduz, substancialmente, custos ao longo de toda a vida do edifício.

Catálogo Cerâmica Vale da Gândara

Tijolo Face à Vista Klinker Branco Alcácer

Jardim da Mouraria em Beja | Arq. Pedro Sousa
Jardim da Mouraria em Beja | Arq. Pedro Sousa
Jardim da Mouraria em Beja | Arq. Pedro Sousa
Jardim da Mouraria em Beja | Arq. Pedro Sousa
Jardim da Mouraria em Beja | Arq. Pedro Sousa
Jardim da Mouraria em Beja | Arq. Pedro Sousa